quarta-feira, 9 de maio de 2007

serviço público prestado por uma câmara de uma capital europeia a favor da biblioteca municipal


É mesmo verdade. A Câmara Municipal de Viena, Áustria, lançou um novo serviço pago para angariação de fundos destinados à remodelação dos espaços da Biblioteca Municipal.
Adivinhem qual o serviço?
Um linha telefónica erótica. Por 39 cêntimos /minuto ouvimos ler textos eróticos do séc. XVIII ao XX, da colecção da biblioteca municipal, pela famosa actriz Anne Bennent. Só até ao final do mês de Maio.
Será que era possível em Portugal isto acontecer? Ofereço-me para organizar a bibliografia !

Herald Tribune Europe
LISnews.org

Vivam as bibliotecas vivas.

2 comentários:

JosePedroSilva disse...

Luísa Alvim, penso que isso cá é impossível...
Muitos portugueses não estão sensibilizados para isso e depois a mentalidade...
Mas era uma execelente ideia para angariar fundos...
Os políticos deviam dar o exemplo e iniciar...
Cumprimentos

Bruno Duarte Eiras disse...

É um método tão bom como qualquer outra! Afinal também é divulgação literária.
Por cá faltam formas das bibliotecas e outras instituições congéneres terem mecanismos para angariação de fundos: vendas de livros, concursos com inscrição paga, serviços de informação pagos (empresas), multas em dinheiro, etc.