segunda-feira, 21 de maio de 2007

um novo conceito: comunidades de prática

In WENGER, E. Communities of practice: learning, meaning, and identity. New York: Cambridge University Press, 1998.

Etienne Wenger, teórico das organizações, introduz o conceito de Comunidades de Prática, como sendo comunidades que reúnem pessoas interessadas na aprendizagem colectiva de alguma temática e na aplicação prática do aprendido. São comunidades de pessoas, reais ou virtuais, que compartilham e aprendem umas com as outras, com o objectivo ou necessidade de resolver problemas, trocar experiências, técnicas ou metodologias e para seleccionar as melhores práticas. Emergem por iniciativa própria, por força social ou profissional, e começam a colaborar directamente para aprenderem uns com os outros.
Gerir e compartilhar conhecimento faz parte do conceito de Comunidade de Prática. Partilhar, no contexto da estrutura social e temática. As comunidades podem ir além dos limites tradicionais de coligação com colegas de trabalho, bem como do espaço físico e geográfico. As relações de contribuição de conhecimento têm um carácter espontâneo, não hierarquizado e são auto geridas. Costumam desenvolver-se com colaboradores que tendem a ter um grau de confiança muito elevado, uma vontade de aprender umas com as outras e uma participação responsável.
Etienne Wenger estará em Portugal no V Seminário THEKA e fará a Conferência Plenária Communities of practice, learning, and identity: school libraries in the 21st Century, será apresentado por Beverl Trayner.

ver blogue Technology for Communities
CPsquare Comunidade de Prática das Comunidades de Prática
Portal KMOL

V Seminário THEKA

"A Biblioteca Escolar na Escola Comunidade de Aprendizagem"

Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Porto

26 de Maio 2007 |10h00

Vivam as bibliotecas vivas.

4 comentários:

Mónica André disse...

Olá Luísa,

Para quem estiver por Lisboa, Etienne Wenger, vai estar também no dia 28 de Maio, às 9:30 na Gulbenkian.

Será de âmbito mais geral uma vez que se pretende ser um evento aberto a todos :-)

Mais detalhes aqui.

Cumprimentos

Luísa Alvim disse...

Mónica

agradeço e agradecemos todos a informação. Como não vou estar no Porto em em Lisboa, com muita pena minha, se a Mónica estiver nalguma das conferências, será que nos faz o relato e envia-me para o email:
mlamaoda@portugalmail.pt
para editar no blogue ?
Já agora fica o repto para qualquer leitor e interessado que vá estar na conferência, e que queira partilhar connosco esses momentos.

Bruno Duarte Eiras disse...

Na 2ª feira de manhã estarei perto da Gulbenkian e se conseguir ainda dou um salto à conferência faço as vezes de repórter. O tema é bastante interessante!

Anónimo disse...

Olá Luísa

Obrigado por teres publicitado o nosso encontro no Porto.
Estamos a organizar os documentos do encontro e dentro de dias contaremos mais sobre o mesmo.
Foi um trabalho muito interessante com a colaboração dos 17 elementos da CPSquare, que durante 15 dias trabalharam online através da Plataforma THEKA,com os nossos formandos e tutores, na preparação dos seminários a realizar dias 25 e 26 de Maio. Dia 25 de Maio sessão restrita para os formandos THEKA,com uma comunicação de Etienne Wenger de manhã e workshops à tarde e no dia 26 com uma sessão aberta ao público com a Conferência de Etienne Wenger de manhã seguida de 8 Workshops com os seguintes temas
Tema A- Biblioteca escolar, tecnologias de informação e web 2.0;
Tema B: Biblioteca escolar, professor bibliotecário, equipas e identidade profissional; Tema C: Biblioteca Escolar e desenvolvimento da aprendizagem; Tema D: Biblioteca escolar e produção de sentidos na e com a Comunidade.
Ana Melo