terça-feira, 11 de dezembro de 2007

os meus amigos

Jardim Casa de Camilo, Inverno 2006
foto LA

Amigos cento e dez, e talvez mais
Eu já contei! Vaidades que eu sentia!
Pensei que sobre a terra não havia
Mais ditoso mortal entre os mortais.

Amigos cento e dez, tão serviçais,

Tão zelosos das leis da cortesia,
que eu já farto de os ver, me escapulia,

Ás suas curvaturas vertebrais.

Um dia adoecia profundamente,
Ceguei. Dos cento e dez, houve um somente
Que não desfez os laços quase rotos.

-Que vamos nós (diziam) lá fazer?
Se ele está cego, não nos pode ver...
-Que cento e nove impávidos marotos!

Camilo Castelo Branco

1 comentário:

BiblioFilmes disse...

Boa tarde,

Eu represento um grupo de professores que decidiu criar o concurso de vídeos no YouTube intitulado "BiblioFilmes – Livros, Bibliotecas, Acção!", que visa além de promover a leitura, o livro e as bibliotecas públicas e escolares através das novas tecnologias, angariar fundos.

Poderão encontrar mais informação na página oficial do concurso em http://bibliofilmes.com
e no blogue http://BiblioFilmes.blogspot.com .

Vínhamos, por este meio, divulgar a iniciativa e convidar à divulgação e também à participação.

O concurso conta com o patrocínio aos prémios do El Corte Inglés e o apoio do Gabinete do Plano Tecnológico.

Os filmes terão de ser feitos até 2 de Abril de 2008 (Dia Internacional do Livro Infantil), data em que se iniciará o período de votações, até 23 de Abril (Dia Mundial do Livro), em que serão anunciados os vencedores.

Com os nossos melhores cumprimentos,

Organização BiblioFilmes
bibliofilmes@ xariti.com