segunda-feira, 17 de julho de 2006

temor e tremor


Temor e tremor.
Significados para estas palavras :

1. Foi o último livro comentado e lido pela Comunidade de Leitores, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco. Livro, da autora Amélie Nothomb, a quem foi atribuído o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa, em 1999. Fez sensação em todo o mundo. É uma história verdadeira. Conheço-a e presencio-a todos os dias. Amélie viveu-a no Japão, na empresa Yumimoto Corporation. Pode ocorrer em qualquer instituição pública portuguesa. A hierarquia representa tudo. Quem se cinge ao seu lugar, sobrevive, quem tenta quebrar barreiras, será arrasado. Os perversos processos de humilhação acontecem em qualquer lugar.

2. É também o título da obra filosófica de Sören Kierkegaard, que foi publicada em 1843. A perspectiva trabalhada em “Temor e Tremor” é de cunho religioso e, na dialética existencial de Sören Kierkegaard apresenta o homem ético representado pela figura bíblica de Abraão, que aos 70 anos, vê cumprir-se a promessa de Deus : "terás grande descendência". Torna-se pai na velhice. Quando recebe de Deus a orientação de que deve sacrificar o seu filho, Abraão crê e crumpre a ordem divina. Dá o salto da fé.
Kierkegaard reflecte sobre o homem que se entrega ao incompreensível, ao inimaginável, só possível pela fé. Considera o paradoxo da fé frente às questões éticas. Na fé, o indivíduo coloca-se acima do geral (o ético). O herói (ético) move-se pelos resultados e pela moral. O homem da fé move-se pela paixão.

3. Carta de S. Paulo aos Filipenses 2, 12 : “trabalhai a vossa salvação com temor e tremor”

5 comentários:

Anónimo disse...

Toda a gente me falava mal da bibliotrcária K. Mas, o superior inferior, como bom companheiro que é, sempre defendeu a Bibliotecária K. Contudo, uma vez mais, o superior inferior perdeu, porque os superiores superiores tinham razão. É, por isso, que escrevo com muita tristeza, porque o superior inferior perdeu e ele não gosta de perder.
É uma pequena refelexão, do temor de um superior inferior que, felizmente, sempre defendeu e continuará a defender todos aqueles em que acredita. Infelizmente, perdeu mais K,X ou Y, que acreditou. Perdeu! E como diz o poeta, "Sei para onde vou, mas sei que não vou por aí".
O Superior Inferior

luisa Alvim disse...

Caro colega,
nada se perde e penso que não perdeu. Desconheço por completo a realidade que o fez reflectir aqui, mas estou em presença de alguém que sabe para onde vai. Oxalá nos encontremos um dia nalguma biblioteca, porque sei que valerá a pena trabalhar consigo, sem temor e tremor.
Luísa Alvim

magarça disse...

Também li o "Temor e Tremor". Impressionante a descrição da humilhação a que a personagem se sujeita.

Anónimo disse...

Mto bom Gostei:D

Anónimo disse...

Mto bom Gostei:D