sexta-feira, 9 de junho de 2006

a casa de papel


Os livros mudam o destino das pessoas.
Mas nós mudamos também o destino dos livros e das bibliotecas.
Hoje lançei mais uns dados. A minha sorte será a sorte dos livros e de uma biblioteca.
Uma casa de papel. Os livros são a minha casa.
Viva uma biblioteca que quero tornar viva.
fotografia de Cláudia Neta

1 comentário:

JosePedroSilva disse...

Drª Luisa Alvim, é verdade o que afirma.
As bibliotecas são espaços iluminados, locais cheios de movimento e com almas.
"Uma casa sem livros é como uma alma sem corpo".Aí esta a essência das bibliotecas. Mas os livros não são os únicos meios difusores de conhecimento, temos também as novas sinergias, tais como as novas tecnologias que ajudam as bibliotecas a serem mais acolhedores e criativas.
As bibliotecas só se tornam vivas através do meio em que esta inserida, com as pessoas que as visitam, com os livros.

José Pedro Silva